o livro é seu. eu te dedico.
"Otavio (Lins?)meu primo naafetividade.
Clark”
>Meu Doce Rio . Lygia Clarck
>Enviada por Clara Browne (coleção particular - livro do pai)
>Ele conta: Esse é um livro que, de tão velho, a capa que era vermelha ficou completamente sem cor. Ainda trabalhava com pintura… Eu estava com a Adriana Varejão numa exposição quando encontramos, em frente a uns quadros dela, a Lygia Clark parada, sozinha, vestida toda de couro. Ficamos sem saber o que fazer. Ela nos viu e disse: “Pode vir. Pode me dar um abraço, pode me dar um beijo. Vem! Vem!”. Daí, eu fui. Disse como a admirava, que adorava seus trabalhos… Ela estava com esse livro e me deu um. Perguntou meu nome, eu disse que era Otavio. Ela falou que tinha um primo Otavio e escreveu a dedicatória.

"Otavio (Lins?)
meu primo na
afetividade.

Clark”


>Meu Doce Rio . Lygia Clarck

>Enviada por Clara Browne (coleção particular - livro do pai)

>Ele conta: Esse é um livro que, de tão velho, a capa que era vermelha ficou completamente sem cor. Ainda trabalhava com pintura… Eu estava com a Adriana Varejão numa exposição quando encontramos, em frente a uns quadros dela, a Lygia Clark parada, sozinha, vestida toda de couro. Ficamos sem saber o que fazer. Ela nos viu e disse: “Pode vir. Pode me dar um abraço, pode me dar um beijo. Vem! Vem!”. Daí, eu fui. Disse como a admirava, que adorava seus trabalhos… Ela estava com esse livro e me deu um. Perguntou meu nome, eu disse que era Otavio. Ela falou que tinha um primo Otavio e escreveu a dedicatória.

"Milene querida, na esperança de que suas tardes ‘não sejam tristes às três horas’, já que você alegra muitas das minhas…
Obrigado pela amizade! Muita literatura para você nessa vida!João Lúcio Xavier22.10.12”
>Que Cavalos são Aqueles que Fazem Sombra no Mar? . António Lobo Antunes
>Enviada por Milene Moraes (coleção particular)
>Ela conta: Esse livro é meu e me foi dado de presente de aniversário pelo meu grande amigo e companheiro de trabalho, João Lúcio, com quem passo tardes muito agradáveis. Com ele “minhas três horas da tarde” nunca são tristes, pois sempre estão recheadas de sorrisos, café e literatura. 

"Milene querida,

na esperança de que
suas tardes ‘não sejam tristes
às três horas’, já que você
alegra muitas das minhas…

Obrigado pela amizade!
Muita literatura para
você nessa vida!

João Lúcio Xavier
22.10.12”



>Que Cavalos são Aqueles que Fazem Sombra no Mar? . António Lobo Antunes

>Enviada por Milene Moraes (coleção particular)

>Ela conta: Esse livro é meu e me foi dado de presente de aniversário pelo meu grande amigo e companheiro de trabalho, João Lúcio, com quem passo tardes muito agradáveis. Com ele “minhas três horas da tarde” nunca são tristes, pois sempre estão recheadas de sorrisos, café e literatura. 



"Querido Will, que hemingway traga dias mais ensolarados para a sua nova idade nebulosa. Que nossos desejos de viagens - físicas e imaginárias - nos levem ainda mais longe. e que nossos gostos literários continuem, de alguma forma, nos aproximando (Obrigada, Aldous Huxley)Com carinho e saudade, Ana”>Garden of Eden .  Ernest Hemingway
>Enviada por Ana Luiza>Ela conta: Li esse livro pela primeira vez em 2009. Fiquei encantada com tamanho detalhismo nas descrições de Hemingway durante a viagem que os personagens faziam pela costa francesa. Conheci o Will em 2012 e no nosso primeiro encontro descobrimos que tínhamos em comum o mesmo livro favorito - Admirável Mundo Novo (de Huxley) e o desejo de fazer uma viagem de carro pelo litoral francês. A viagem nunca aconteceu e, hoje, bem mais perto da França do que quando nos conhecemos no Rio, eu e Will estamos separados pela nossa inabilidade emocional, mas fica a esperança de que Hemingway nos reaproxime.

"Querido Will,

que hemingway traga dias mais ensolarados
para a sua nova idade nebulosa.
Que nossos desejos de viagens - físicas e imaginárias -
nos levem ainda mais longe. e que nossos gostos literários continuem,
de alguma forma, nos aproximando (Obrigada, Aldous Huxley)

Com carinho e saudade,
Ana”



>Garden of Eden .  Ernest Hemingway

>Enviada por Ana Luiza

>Ela conta: Li esse livro pela primeira vez em 2009. Fiquei encantada com tamanho detalhismo nas descrições de Hemingway durante a viagem que os personagens faziam pela costa francesa. Conheci o Will em 2012 e no nosso primeiro encontro descobrimos que tínhamos em comum o mesmo livro favorito - Admirável Mundo Novo (de Huxley) e o desejo de fazer uma viagem de carro pelo litoral francês.
A viagem nunca aconteceu e, hoje, bem mais perto da França do que quando nos conhecemos no Rio, eu e Will estamos separados pela nossa inabilidade emocional, mas fica a esperança de que Hemingway nos reaproxime.

"Eu quero fotografar leminskimesmo as vezes tristeem minhas sorteadas partes inteiras,este poeta em frasesme tocaste distraídafiz de mim esmera partede sua nunca poesia.Lua ausente amanhecidaeste pão na chapa quentevocê endurecida capade um livro que não me pertence.
Mari
14/3/13”>Toda Poesia . Paulo Leminski
>Enviada por Marina (coleção particular)
>Ela conta: Sabe aquele livro que te inspira puxar o caderninho e escrever qualquer sinceridade bruta? Foi mais ou menos isso que me dei de presente.

"Eu quero fotografar leminski
mesmo as vezes triste
em minhas sorteadas partes inteiras,
este poeta em frases
me tocaste distraída
fiz de mim esmera parte
de sua nunca poesia.

Lua ausente amanhecida
este pão na chapa quente
você endurecida capa
de um livro que
não me pertence.

Mari

14/3/13”



>Toda Poesia . Paulo Leminski

>Enviada por Marina (coleção particular)

>Ela conta: Sabe aquele livro que te inspira puxar o caderninho e escrever qualquer sinceridade bruta? Foi mais ou menos isso que me dei de presente.

"Carol, só existe um caminho ao conhecimento. Só há uma vereda à herança eterna que o mundo nos permite: Os livros. Espero que esse seja um dos passos (livros) que formará o perfil de uma grande pessoa. 

Aproveite o máximo. Com carinho e admiração do seu professor, 
Emanuel Freitas04/set/2009”> A menina que roubada livros por Marcus Zusak > Enviada por Caroline Marques (coleção particular)> Esse livro foi me dado no dia 10/09/2009, embora a data esteja 04/09, no meu aniversário de 15 anos. Foi o primeiro livro que eu ganhei de presente! Os que eu tinha, ou eram emprestados, ou eu tinha comprado. Quem me deu, foi um professor de história e um grande amigo. Hoje, quase não nos falamos, mas, o tempo que estudei com ele, foi muito bom pra mim, sempre tínhamos ótimas conversas.

"Carol,
só existe um caminho

ao conhecimento. Só há uma
vereda à herança eterna que o
mundo nos permite: Os livros.

Espero que esse seja um
dos passos (livros) que formará o
perfil de uma grande pessoa.

Aproveite o máximo.

Com carinho e admiração
do seu professor,

Emanuel Freitas
04/set/2009”



> A menina que roubada livros por Marcus Zusak

> Enviada por Caroline Marques (coleção particular)

> Esse livro foi me dado no dia 10/09/2009, embora a data esteja 04/09, no meu aniversário de 15 anos. Foi o primeiro livro que eu ganhei de presente! Os que eu tinha, ou eram emprestados, ou eu tinha comprado.
Quem me deu, foi um professor de história e um grande amigo. Hoje, quase não nos falamos, mas, o tempo que estudei com ele, foi muito bom pra mim, sempre tínhamos ótimas conversas.

"Gracias por estar en España. Me gustaría que volvieras algún día. Yo sabia que tú habias perdido este libro, por esta razón te lo regalo, ya que és en español y para mi és muy especial; de esta manera espero que siempre me recuerdes. Espero que hayas disfrutado en Madrid.Gemma16-01-2011Take CareP.D.: Algún dia sé que llegarás lejos, tienes un gran futuro.”>El Amor en los Tiempos del Cólera . Gabriel García Márquez
>Enviada por Cesar Brunetto (coleção particular)
>Ele conta: Este livro ganhei de presente de uma amiga espanhola quando a visitei em Madrid, em jan/11. Eu tinha a versão em português, que havia ganhado de uma ex namorada, porém perdi em uma viagem. Esta minha amiga espanhola, sabendo que havia perdido o livro que tanto gostava, me deu este em espanhol de presente.

"Gracias por estar en
España. Me gustaría que
volvieras algún día.
Yo sabia que tú habias perdido
este libro, por esta razón te
lo regalo, ya que és en español
y para mi és muy especial; de
esta manera espero que siempre
me recuerdes.
Espero que hayas disfrutado en
Madrid.

Gemma
16-01-2011

Take Care

P.D.: Algún dia sé que llegarás lejos,
tienes un gran futuro.”



>El Amor en los Tiempos del Cólera . Gabriel García Márquez

>Enviada por Cesar Brunetto (coleção particular)

>Ele conta: Este livro ganhei de presente de uma amiga espanhola quando a visitei em Madrid, em jan/11. Eu tinha a versão em português, que havia ganhado de uma ex namorada, porém perdi em uma viagem. Esta minha amiga espanhola, sabendo que havia perdido o livro que tanto gostava, me deu este em espanhol de presente.







"Fortaleza, 07 de janeiro de 2013Dedico este livro para quem distraidamente já se deixou seduzir pelo doce patético que o amor e só o amor proporciona. É um livro escrito para mim, do início ao fim, onde cada enredo me leva ao passo seguinte em busca da peça do quebra-cabeça ou quem sabe, para a porta dourada que leva ao fim do campo de centeio, do labirinto, do devaneio dos meus amores! É o flerte e pode ser fatal, a medida que racionalizo e domestico os leões enfurecidos dos meus doces bárbaros sentimentos. Eis a paz e a tormenta de mãos dadas!Lucianny Motta, 07.01.13”
>Risíveis Amores . Milan Kundera
>Lucianny Motta (presente)
>Ela conta: Achei esse livro em um sebo logo depois de ensaiar o fim de mais um capítulo da minha eterna história de amor (e única, diga-se de passagem). São seis anos entre abraços apertados e despedidas, de risos e lágrimas, de amor e ódio, sem exagero e com a pitada de drama clássico das novelas mexicanas. Hoje ele está mais uma vez se despedindo de mim (talvez pra sempre) de mudança para França e apaixonado por outros planos e eu estou aqui de novo, ensaiando mais uma vez o fim, a despedida final, o adeus. Será que eu amarei assim de novo? Quem sabe?

"Fortaleza, 07 de janeiro de 2013

Dedico este livro para quem distraidamente
já se deixou seduzir pelo doce patético que o amor e
só o amor proporciona. É um livro escrito para mim,
do início ao fim, onde cada enredo me leva ao passo
seguinte em busca da peça do quebra-cabeça ou quem
sabe, para a porta dourada que leva ao fim do campo
de centeio, do labirinto, do devaneio dos meus amores!
É o flerte e pode ser fatal, a medida que racionalizo
e domestico os leões enfurecidos dos meus doces bárbaros sentimentos. Eis a paz e a tormenta de mãos dadas!


Lucianny Motta, 07.01.13”



>Risíveis Amores . Milan Kundera

>Lucianny Motta (presente)

>Ela conta: Achei esse livro em um sebo logo depois de ensaiar o fim de mais um capítulo da minha eterna história de amor (e única, diga-se de passagem). São seis anos entre abraços apertados e despedidas, de risos e lágrimas, de amor e ódio, sem exagero e com a pitada de drama clássico das novelas mexicanas. Hoje ele está mais uma vez se despedindo de mim (talvez pra sempre) de mudança para França e apaixonado por outros planos e eu estou aqui de novo, ensaiando mais uma vez o fim, a despedida final, o adeus. Será que eu amarei assim de novo? Quem sabe?

"Porque na paixão a beleza se revela,primordialmente, no aprender, e foi estehomem quem me ensinou isso, a máximade todo aquele que ansiava por amor e seramado, deste que está aprendendo a amá-lae, sempre surpreendido, descobre-se amado.Beijo grande, meu AmorDo Teu!”>Para Viver Um Grande Amor (Crônicas e Poemas) . Vinicius de Moraes>Enviada por Mayla Valere (coleção particular)

"Porque na paixão a beleza se revela,
primordialmente, no aprender, e foi este
homem quem me ensinou isso, a máxima
de todo aquele que ansiava por amor e ser
amado, deste que está aprendendo a amá-la
e, sempre surpreendido, descobre-se
amado.

Beijo grande, meu Amor
Do Teu!”


>Para Viver Um Grande Amor (Crônicas e Poemas) . Vinicius de Moraes

>Enviada por Mayla Valere (coleção particular)


"Tati,O que importa, na viagem, são os passageiros que encontramos no caminho”Feliz aniversário.Pati24/10/09.”
>A Viagem do Elefante . José Saramago>Enviada por Tatiana Lazzarotto (coleção particular)>Ela conta: Quem me deu esse livro, no meu aniversário de 24 anos, foi uma grande amiga, a Patricia, uma das passageiras que encontrei pelo caminho e que acabei deixando, quando meu caminho se tornou outro e eu fiz minhas malas para partir para outros rumos. Mas a Pati ainda faz parte da minha bagagem, pra sempre.

"Tati,
O que importa, na viagem,
são os passageiros que
encontramos no caminho”


Feliz aniversário.
Pati
24/10/09.”



>A Viagem do Elefante . José Saramago

>Enviada por Tatiana Lazzarotto (coleção particular)

>Ela conta: Quem me deu esse livro, no meu aniversário de 24 anos, foi uma grande amiga, a Patricia, uma das passageiras que encontrei pelo caminho e que acabei deixando, quando meu caminho se tornou outro e eu fiz minhas malas para partir para outros rumos. Mas a Pati ainda faz parte da minha bagagem, pra sempre.

"Amora,Esta pequena lembrança é parate dizer que estar contigo éter encontrado a minha serrade Taquaritu.Quero que seja sempre minhaPrincesa Caralâmpia, que irei (des)vestircom túnicas cor de nuvens do céu,enfeitar com broches de vaga-lume epulseiras de cobra coral só para o nosso prazer.do sempre seu Felipe(ou Pirundo, ou talvez Tatipirun,ou qualquer coisa que quisermosnesse jogo de verdade e faz-de-conta que é o amor)”>Enviada por Alessandra Lemos (coleção particular)
>A Terra dos Meninos Pelados . Graciliano Ramos
>Ela conta: Ganhei esse livro do meu namorado no dia dos namorados. Ambos somos estudantes de literatura, mas ele, melhor que eu, sempre consegue, de uma forma linda, sublime e especial, trazer a literatura para nosso relacionamento, selecionando os melhores fragmentos, momentos e personagens, fazendo com que nosso namoro tenha a beleza da literatura.



                                                                                                                                       

"Amora,

Esta pequena lembrança é para
te dizer que estar contigo é
ter encontrado a minha serra
de Taquaritu.

Quero que seja sempre minha
Princesa Caralâmpia, que irei (des)vestir
com túnicas cor de nuvens do céu,
enfeitar com broches de vaga-lume e
pulseiras de cobra coral só para o nosso prazer.

do sempre seu Felipe
(ou Pirundo, ou talvez Tatipirun,
ou qualquer coisa que quisermos
nesse jogo de verdade e faz-de-conta que é o amor)”



>Enviada por Alessandra Lemos (coleção particular)

>A Terra dos Meninos Pelados . Graciliano Ramos

>Ela conta: Ganhei esse livro do meu namorado no dia dos namorados. Ambos somos estudantes de literatura, mas ele, melhor que eu, sempre consegue, de uma forma linda, sublime e especial, trazer a literatura para nosso relacionamento, selecionando os melhores fragmentos, momentos e personagens, fazendo com que nosso namoro tenha a beleza da literatura.