o livro é seu. eu te dedico.
"Gracias por estar en España. Me gustaría que volvieras algún día. Yo sabia que tú habias perdido este libro, por esta razón te lo regalo, ya que és en español y para mi és muy especial; de esta manera espero que siempre me recuerdes. Espero que hayas disfrutado en Madrid.Gemma16-01-2011Take CareP.D.: Algún dia sé que llegarás lejos, tienes un gran futuro.”>El Amor en los Tiempos del Cólera . Gabriel García Márquez
>Enviada por Cesar Brunetto (coleção particular)
>Ele conta: Este livro ganhei de presente de uma amiga espanhola quando a visitei em Madrid, em jan/11. Eu tinha a versão em português, que havia ganhado de uma ex namorada, porém perdi em uma viagem. Esta minha amiga espanhola, sabendo que havia perdido o livro que tanto gostava, me deu este em espanhol de presente.

"Gracias por estar en
España. Me gustaría que
volvieras algún día.
Yo sabia que tú habias perdido
este libro, por esta razón te
lo regalo, ya que és en español
y para mi és muy especial; de
esta manera espero que siempre
me recuerdes.
Espero que hayas disfrutado en
Madrid.

Gemma
16-01-2011

Take Care

P.D.: Algún dia sé que llegarás lejos,
tienes un gran futuro.”



>El Amor en los Tiempos del Cólera . Gabriel García Márquez

>Enviada por Cesar Brunetto (coleção particular)

>Ele conta: Este livro ganhei de presente de uma amiga espanhola quando a visitei em Madrid, em jan/11. Eu tinha a versão em português, que havia ganhado de uma ex namorada, porém perdi em uma viagem. Esta minha amiga espanhola, sabendo que havia perdido o livro que tanto gostava, me deu este em espanhol de presente.







"Fortaleza, 07 de janeiro de 2013Dedico este livro para quem distraidamente já se deixou seduzir pelo doce patético que o amor e só o amor proporciona. É um livro escrito para mim, do início ao fim, onde cada enredo me leva ao passo seguinte em busca da peça do quebra-cabeça ou quem sabe, para a porta dourada que leva ao fim do campo de centeio, do labirinto, do devaneio dos meus amores! É o flerte e pode ser fatal, a medida que racionalizo e domestico os leões enfurecidos dos meus doces bárbaros sentimentos. Eis a paz e a tormenta de mãos dadas!Lucianny Motta, 07.01.13”
>Risíveis Amores . Milan Kundera
>Lucianny Motta (presente)
>Ela conta: Achei esse livro em um sebo logo depois de ensaiar o fim de mais um capítulo da minha eterna história de amor (e única, diga-se de passagem). São seis anos entre abraços apertados e despedidas, de risos e lágrimas, de amor e ódio, sem exagero e com a pitada de drama clássico das novelas mexicanas. Hoje ele está mais uma vez se despedindo de mim (talvez pra sempre) de mudança para França e apaixonado por outros planos e eu estou aqui de novo, ensaiando mais uma vez o fim, a despedida final, o adeus. Será que eu amarei assim de novo? Quem sabe?

"Fortaleza, 07 de janeiro de 2013

Dedico este livro para quem distraidamente
já se deixou seduzir pelo doce patético que o amor e
só o amor proporciona. É um livro escrito para mim,
do início ao fim, onde cada enredo me leva ao passo
seguinte em busca da peça do quebra-cabeça ou quem
sabe, para a porta dourada que leva ao fim do campo
de centeio, do labirinto, do devaneio dos meus amores!
É o flerte e pode ser fatal, a medida que racionalizo
e domestico os leões enfurecidos dos meus doces bárbaros sentimentos. Eis a paz e a tormenta de mãos dadas!


Lucianny Motta, 07.01.13”



>Risíveis Amores . Milan Kundera

>Lucianny Motta (presente)

>Ela conta: Achei esse livro em um sebo logo depois de ensaiar o fim de mais um capítulo da minha eterna história de amor (e única, diga-se de passagem). São seis anos entre abraços apertados e despedidas, de risos e lágrimas, de amor e ódio, sem exagero e com a pitada de drama clássico das novelas mexicanas. Hoje ele está mais uma vez se despedindo de mim (talvez pra sempre) de mudança para França e apaixonado por outros planos e eu estou aqui de novo, ensaiando mais uma vez o fim, a despedida final, o adeus. Será que eu amarei assim de novo? Quem sabe?

"Porque na paixão a beleza se revela,primordialmente, no aprender, e foi estehomem quem me ensinou isso, a máximade todo aquele que ansiava por amor e seramado, deste que está aprendendo a amá-lae, sempre surpreendido, descobre-se amado.Beijo grande, meu AmorDo Teu!”>Para Viver Um Grande Amor (Crônicas e Poemas) . Vinicius de Moraes>Enviada por Mayla Valere (coleção particular)

"Porque na paixão a beleza se revela,
primordialmente, no aprender, e foi este
homem quem me ensinou isso, a máxima
de todo aquele que ansiava por amor e ser
amado, deste que está aprendendo a amá-la
e, sempre surpreendido, descobre-se
amado.

Beijo grande, meu Amor
Do Teu!”


>Para Viver Um Grande Amor (Crônicas e Poemas) . Vinicius de Moraes

>Enviada por Mayla Valere (coleção particular)


"Tati,O que importa, na viagem, são os passageiros que encontramos no caminho”Feliz aniversário.Pati24/10/09.”
>A Viagem do Elefante . José Saramago>Enviada por Tatiana Lazzarotto (coleção particular)>Ela conta: Quem me deu esse livro, no meu aniversário de 24 anos, foi uma grande amiga, a Patricia, uma das passageiras que encontrei pelo caminho e que acabei deixando, quando meu caminho se tornou outro e eu fiz minhas malas para partir para outros rumos. Mas a Pati ainda faz parte da minha bagagem, pra sempre.

"Tati,
O que importa, na viagem,
são os passageiros que
encontramos no caminho”


Feliz aniversário.
Pati
24/10/09.”



>A Viagem do Elefante . José Saramago

>Enviada por Tatiana Lazzarotto (coleção particular)

>Ela conta: Quem me deu esse livro, no meu aniversário de 24 anos, foi uma grande amiga, a Patricia, uma das passageiras que encontrei pelo caminho e que acabei deixando, quando meu caminho se tornou outro e eu fiz minhas malas para partir para outros rumos. Mas a Pati ainda faz parte da minha bagagem, pra sempre.

"Amora,Esta pequena lembrança é parate dizer que estar contigo éter encontrado a minha serrade Taquaritu.Quero que seja sempre minhaPrincesa Caralâmpia, que irei (des)vestircom túnicas cor de nuvens do céu,enfeitar com broches de vaga-lume epulseiras de cobra coral só para o nosso prazer.do sempre seu Felipe(ou Pirundo, ou talvez Tatipirun,ou qualquer coisa que quisermosnesse jogo de verdade e faz-de-conta que é o amor)”>Enviada por Alessandra Lemos (coleção particular)
>A Terra dos Meninos Pelados . Graciliano Ramos
>Ela conta: Ganhei esse livro do meu namorado no dia dos namorados. Ambos somos estudantes de literatura, mas ele, melhor que eu, sempre consegue, de uma forma linda, sublime e especial, trazer a literatura para nosso relacionamento, selecionando os melhores fragmentos, momentos e personagens, fazendo com que nosso namoro tenha a beleza da literatura.



                                                                                                                                       

"Amora,

Esta pequena lembrança é para
te dizer que estar contigo é
ter encontrado a minha serra
de Taquaritu.

Quero que seja sempre minha
Princesa Caralâmpia, que irei (des)vestir
com túnicas cor de nuvens do céu,
enfeitar com broches de vaga-lume e
pulseiras de cobra coral só para o nosso prazer.

do sempre seu Felipe
(ou Pirundo, ou talvez Tatipirun,
ou qualquer coisa que quisermos
nesse jogo de verdade e faz-de-conta que é o amor)”



>Enviada por Alessandra Lemos (coleção particular)

>A Terra dos Meninos Pelados . Graciliano Ramos

>Ela conta: Ganhei esse livro do meu namorado no dia dos namorados. Ambos somos estudantes de literatura, mas ele, melhor que eu, sempre consegue, de uma forma linda, sublime e especial, trazer a literatura para nosso relacionamento, selecionando os melhores fragmentos, momentos e personagens, fazendo com que nosso namoro tenha a beleza da literatura.

                                                                                                                                       
"Fernanda,
guarde este livro comorecordação, por ter sido umadas melhores alunas dePortuguês, no 2ª semestre de1.990.
Da professora e amiga,
Maria Sílvia
Itapuí, 29/11/1990”
>Jane Eyre . Charlotte Brontë
>Enviada por Fernanda Ribeiro (coleção particular)
>Ela conta; ganhei da minha professora de português quando estava na 6ª série. Além de amar a escola, o estudo e meus amigos, adorava ela também. Lembro-me das vezes que fomos comer bolina de queijo frita na casa dela, pois sou de uma época e de uma cidadezinha interiorana em que as relações ultrapassavam os muros da escola.Guardo o livro com muito carinho, não só por ter sido um prêmio, mas por todas as memórias que ele carrega desse período de minha vida.

"Fernanda,

guarde este livro como
recordação, por ter sido uma
das melhores alunas de
Português, no 2ª semestre de
1.990.

Da professora e amiga,

Maria Sílvia

Itapuí, 29/11/1990”



>Jane Eyre . Charlotte Brontë

>Enviada por Fernanda Ribeiro (coleção particular)

>Ela conta; ganhei da minha professora de português quando estava na 6ª série. Além de amar a escola, o estudo e meus amigos, adorava ela também. Lembro-me das vezes que fomos comer bolina de queijo frita na casa dela, pois sou de uma época e de uma cidadezinha interiorana em que as relações ultrapassavam os muros da escola.
Guardo o livro com muito carinho, não só por ter sido um prêmio, mas por todas as memórias que ele carrega desse período de minha vida.

"A ti não necessitaria escrever;seriam seus a dedicatória,o prólogoas linhas, os pontos finais, vírgulas,acentos eo resto.O todo.Pois sem ti não haveria o verbo,Amor.Paulo Gustavo03/08/13”>Ask the Dust . John Fante
>Enviada por Regina Trindade (coleção particular)
>Ela conta: Presente do meu pequeno Fante.

"A ti não necessitaria escrever;

seriam seus a dedicatória,
o prólogo
as linhas, os pontos finais, vírgulas,
acentos e
o resto.
O todo.

Pois sem ti não haveria o verbo,
Amor.

Paulo Gustavo
03/08/13”



>Ask the Dust . John Fante

>Enviada por Regina Trindade (coleção particular)

>Ela conta: Presente do meu pequeno Fante.



"Querido amigo Wendell,eu pretendia entregar-lhe esta surpresa pessoalmente mas,como as circunstâncias impediramnosso encontro, aqui vai a surpresa carregada com o mesmo carinho.Do seu amigoPedro 2012”
e"Dedico este livro ao meu jovem amigoWendell Reis Silva, de Betim, Minas Gerais.”>Robin Hood - A Lenda da Liberdade . Pedro Bandeira 
>Enviada por Wendell Silva (coleção particular)
>Ele conta: Desde criança, sempre fui louco por leitura. Especialmente, adorava os livros de aventura, como os da Coleção Vagalume e os da série “Os Karas”, do Pedro Bandeira. Na minha adolescência, com o frenesi do Orkut, descobri o email do Pedro e quis me corresponder com ele. Ele, muito gentil, respondeu a meu email. Depois disso, eu já mandava sugestões para a nova aventura dos Karas, as quais ele aceitava, dizendo que minhas ideias eram boas. Eu cresci, mas aquela ingênua troca de emails se transformou em uma grande amizade com o autor, que foi um iniciador da leitura em minha vida. Recebi livros autografados, dei livros a ele também - tudo de uma forma natural e bonita. Pois bem, em maio, conheceria ele pessoalmente na bieneal do livro em BH (um dia depois do meu aniversário). No entanto, a chuva acabou com a bienal nos dois últimos dias - um deles justamente o que eu iria encontrar o Pedro. Depois fiquei sabendo que ele preparava uma surpresa para mim, que seria revelada no dia da bienal. Recebi a surpresa pelos Correios, que foi um livro dedicado para mim. É um livro infantil, é certo, mas para mim (aos meus 20 anos) a dedicatória do Pedro é a mais linda tradução de uma relação entre literatura, amizade e história. É o meu livro. É minha dedicatória. Sempre será.Ps.: Conheci o Pedro em Junho, num evento no SESC Palladium.

"Querido amigo Wendell,

eu pretendia entregar-lhe esta
surpresa pessoalmente mas,
como as circunstâncias impediram
nosso encontro, aqui vai a surpresa
carregada com o mesmo carinho.

Do seu amigo
Pedro
2012”

e

"Dedico este livro ao meu jovem amigo
Wendell Reis Silva, de Betim, Minas Gerais.”




>Robin Hood - A Lenda da Liberdade . Pedro Bandeira

>Enviada por Wendell Silva (coleção particular)

>Ele conta: Desde criança, sempre fui louco por leitura. Especialmente, adorava os livros de aventura, como os da Coleção Vagalume e os da série “Os Karas”, do Pedro Bandeira. Na minha adolescência, com o frenesi do Orkut, descobri o email do Pedro e quis me corresponder com ele. Ele, muito gentil, respondeu a meu email. Depois disso, eu já mandava sugestões para a nova aventura dos Karas, as quais ele aceitava, dizendo que minhas ideias eram boas. Eu cresci, mas aquela ingênua troca de emails se transformou em uma grande amizade com o autor, que foi um iniciador da leitura em minha vida. Recebi livros autografados, dei livros a ele também - tudo de uma forma natural e bonita. Pois bem, em maio, conheceria ele pessoalmente na bieneal do livro em BH (um dia depois do meu aniversário). No entanto, a chuva acabou com a bienal nos dois últimos dias - um deles justamente o que eu iria encontrar o Pedro. Depois fiquei sabendo que ele preparava uma surpresa para mim, que seria revelada no dia da bienal. Recebi a surpresa pelos Correios, que foi um livro dedicado para mim. É um livro infantil, é certo, mas para mim (aos meus 20 anos) a dedicatória do Pedro é a mais linda tradução de uma relação entre literatura, amizade e história. É o meu livro. É minha dedicatória. Sempre será.

Ps.: Conheci o Pedro em Junho, num evento no SESC Palladium.





"Este momento não volta mais,os segundos passam… Vocêagora pode estar mais velhae mais sábia. No entanto, se leuestas páginas apenas com os olhosestá somente mais velha.
Fernanda…Desejando toda a felicidadedo mundo.
Feliz aniversário.
'de um eterno amigo'
Márcio (10-08-93)”
>O Dom Supremo . Henry Drummond - Adaptação: Paulo Coelho
>Enviada por Fernanda Ribeiro (coleção particular)>Ela conta: Ganhei esse livro de um grande amigo de adolescência, no meu aniversario de 15 anos. Guardo-o com carinho por ter sido o meu presente favorito na data, mas especialmente por termos perdido o contato físico após tantos anos. Assim como traz a dedicatória, “seremos eternos amigos”, tê-lo comigo é uma espécie de “ponte” para com Márcio.

"Este momento não volta mais,
os segundos passam… Você
agora pode estar mais velha
e mais sábia. No entanto, se leu
estas páginas apenas com os olhos
está somente mais velha.

Fernanda…
Desejando toda a felicidade
do mundo.

Feliz aniversário.

'de um eterno amigo'

Márcio (10-08-93)”



>O Dom Supremo . Henry Drummond - Adaptação: Paulo Coelho

>Enviada por Fernanda Ribeiro (coleção particular)

>Ela conta: Ganhei esse livro de um grande amigo de adolescência, no meu aniversario de 15 anos. Guardo-o com carinho por ter sido o meu presente favorito na data, mas especialmente por termos perdido o contato físico após tantos anos. Assim como traz a dedicatória, “seremos eternos amigos”, tê-lo comigo é uma espécie de “ponte” para com Márcio.

"É… não é fácil, de modo algum, dedicar tudo isto a alguém… ainda mais a si próprio.Sempre acreditei que andava merecendo algo além do que garrafas de cerveja e porres…E, seguindo toda esta lógica, resolvi me presentear…Com todo carinho e respeito…Rafael20/08/2003.”>As Portas da Percepção / Céu e Inferno . Aldous Huxley
>Enviada por Rafael Matos (coleção particular)
>Ele conta: Ao visitar um amigo em Macapá… encontro este livro que emprestei a ele há muito tempo. Livro que dei a mim de presente dez anos atrás…

"É… não é fácil, de modo algum, dedicar
tudo isto a alguém… ainda mais
a si próprio.


Sempre acreditei que andava merecendo
algo além do que garrafas
de cerveja e porres…


E, seguindo toda esta lógica, resolvi
me presentear…


Com todo carinho e respeito…

Rafael
20/08/2003.”


>As Portas da Percepção / Céu e Inferno . Aldous Huxley

>Enviada por Rafael Matos (coleção particular)

>Ele conta: Ao visitar um amigo em Macapá… encontro este livro que emprestei a ele há muito tempo. Livro que dei a mim de presente dez anos atrás…