o livro é seu. eu te dedico.
Vivi,
Já que no planoreal anda faltandoromantismo, vão aí 20poemas de amor. A cançãodesesperada faz parte do"jogo do amor".
Mil beijos. Felicidades,
Glória4/12/96”
>20 Poemas de Amor e uma Canção Desesperada . Pablo Neruda
>Enviada por Rodolpho Saraiva (coleção particular)

Vivi,

Já que no plano
real anda faltando
romantismo, vão aí 20
poemas de amor. A canção
desesperada faz parte do
"jogo do amor".

Mil beijos. Felicidades,

Glória
4/12/96”



>20 Poemas de Amor e uma Canção Desesperada . Pablo Neruda

>Enviada por Rodolpho Saraiva (coleção particular)

"To this charmingwoman…
with love…
Douglas Gaigher2014”
>Enviada por Andréa Saltoris (coleção particular)
>The Smiths - A Light That Never Goes Out . Tony Fletcher
>Ela conta: Ganhei este livro do namorado que ao saber do lançamento aqui no Brasil fez a reserva e me presenteou. Eu adoro The Smiths e muitas vezes passamos o dia tocando violão e cantando a trilha sonora da banda, especialmente “this charming man” que inspirou a dedicatória. Um presente muito significativo, sem dia, sem hora, sem razão, apenas demonstração de carinho que temos um com o outro. 

"To this charming
woman…

with love…

Douglas Gaigher
2014



>Enviada por Andréa Saltoris (coleção particular)

>The Smiths - A Light That Never Goes Out . Tony Fletcher

>Ela conta: Ganhei este livro do namorado que ao saber do lançamento aqui no Brasil fez a reserva e me presenteou. Eu adoro The Smiths e muitas vezes passamos o dia tocando violão e cantando a trilha sonora da banda, especialmente “this charming man” que inspirou a dedicatória. Um presente muito significativo, sem dia, sem hora, sem razão, apenas demonstração de carinho que temos um com o outro. 

"A minha neta Sabrina, com todo o meu carinho e amor. Quando cresceres e leres as histórias, quero que lembres sempre que te amo muito, esteja eu onde estiver.
Vó Doralice”
>Era uma vez: Histórias pra Ler e Ouvir - Aladim e a lâmpada maravilhosa / Os Cisnes Selvagens
>Enviada por Sabrina Cougo (coleção particular)
>Ela conta: Ganhei este livro, da minha avó materna, quando tinha três anos de idade. Foi meu primeiro livro e tem um valor sentimental gigante, pois além de ter sido dado pela minha avó, minha mãe o lia para mim antes de dormir. Ele está velhinho, mas guardo com carinho para que um dia possa lê-lo para os meus filhos.

Agradeceria se você publicasse em seu lindo tumblr. Obrigada :)

"A minha neta
Sabrina, com todo o meu
carinho e amor. Quando cresceres
e leres as histórias, quero que
lembres sempre que te amo
muito, esteja eu onde estiver.

Vó Doralice”



>Era uma vez: Histórias pra Ler e Ouvir - Aladim e a lâmpada maravilhosa / Os Cisnes Selvagens

>Enviada por Sabrina Cougo (coleção particular)

>Ela conta: Ganhei este livro, da minha avó materna, quando tinha três anos de idade. Foi meu primeiro livro e tem um valor sentimental gigante, pois além de ter sido dado pela minha avó, minha mãe o lia para mim antes de dormir. Ele está velhinho, mas guardo com carinho para que um dia possa lê-lo para os meus filhos.

Agradeceria se você publicasse em seu lindo tumblr. Obrigada :)

"Esse é só um mimo pelos seus esforços nos estudos e por ser tão forte diante das dificuldades. Espero que continue assim, sendo meu orgulho.

Porque nem 400km me deixariam não enxergar a pessoa maravilhosa que você tem sido pra mim.
Obrigado meu príncipe.
Te amo.”




>Ensaio Sobre a Cegueira . José Saramago
>Enviada por Philip (presente)
>Ele conta: Bom, eu comprei esse livro pra dar de presente pro meu namorado em uma visita minha ao rio de janeiro, eu moro em São paulo e estava sem muitas escolhas, e como ele gosta muito de ler e havia reclamado que já estava repetindo livros por falta de opção, eu dei uma sondada e ele falou muito bem do filme que surgiu desse livro, e disse que queria muito ler, então achei mais que merecido presentea-lo no fim resolvi fazer uma dedicatória depois que conheci o projeto eu te dedico.

"Esse é só um mimo
pelos seus esforços nos estudos
e por ser tão forte diante das dificuldades.
Espero que continue assim, sendo meu orgulho.


Porque nem 400km me deixariam
não enxergar a pessoa maravilhosa
que você tem sido pra mim.

Obrigado meu príncipe.

Te amo.”






>Ensaio Sobre a Cegueira . José Saramago

>Enviada por Philip (presente)

>Ele conta: Bom, eu comprei esse livro pra dar de presente pro meu namorado em uma visita minha ao rio de janeiro, eu moro em São paulo e estava sem muitas escolhas, e como ele gosta muito de ler e havia reclamado que já estava repetindo livros por falta de opção, eu dei uma sondada e ele falou muito bem do filme que surgiu desse livro, e disse que queria muito ler, então achei mais que merecido presentea-lo no fim resolvi fazer uma dedicatória depois que conheci o projeto eu te dedico.

"Meu amor, Michelle, e talvez caro leitor.
Eu não gosto de danificar livros, por isto escreverei esta dedicatória à lápis.
Um dia, quando tivermos juntas, virado espuma, talvez este livro caia nas mãos de algum colecionador de sebo, que vai sorrir por poder ter um pedaço do nosso passado.
Pois bem, caro leitor, e pois bem, meu amor. Quero informar a ambos que vivemos e viveremos o nosso indivisível infinito perfeito. O nosso infinito foi e para sempre será um pedacinho dos nossos erros e acertos, de um amar perfeito e imperfeito, de um ser, nós duas. Algumas vezes divididas, mas nunca incompletas.
E aqui vai pra você, na língua que você ama, a história de um infinito completo que é a sua favorita… antes da nossa.
Eu te amo, te amarei e te amei.
Nena. 2013”


>A Culpa é das Estrelas . John Green
>Enviada por Michelle M. (coleção particular)
>Ela conta: É engraçado, hoje, contar sobre este livro porque minha então namorada na época o comprou quando ainda namorávamos. Mas só recebi depois que havíamos terminado. A edição é em italiano porque sou descendente e completamente apaixonada pela língua. Seguimos caminhos diferente mas acho que não tem como apagar pessoas e histórias.

"Meu amor, Michelle, e talvez caro leitor.

Eu não gosto de danificar livros, por isto escreverei esta dedicatória à lápis.

Um dia, quando tivermos juntas, virado espuma, talvez este livro caia nas mãos de algum colecionador de sebo, que vai sorrir por poder ter um pedaço do nosso passado.

Pois bem, caro leitor, e pois bem, meu amor. Quero informar a ambos que vivemos e viveremos o nosso indivisível infinito perfeito. O nosso infinito foi e para sempre será um pedacinho dos nossos erros e acertos, de um amar perfeito e imperfeito, de um ser, nós duas. Algumas vezes divididas, mas nunca incompletas.

E aqui vai pra você, na língua que você ama, a história de um infinito completo que é a sua favorita… antes da nossa.

Eu te amo, te amarei e
te amei.

Nena. 2013”





>A Culpa é das Estrelas . John Green

>Enviada por Michelle M. (coleção particular)

>Ela conta: É engraçado, hoje, contar sobre este livro porque minha então namorada na época o comprou quando ainda namorávamos. Mas só recebi depois que havíamos terminado. A edição é em italiano porque sou descendente e completamente apaixonada pela língua. Seguimos caminhos diferente mas acho que não tem como apagar pessoas e histórias.

"Neguito, 
Uma das melhores coisas de um relacionamento é passar a conhecer o outro nos pequenos detalhes. Sacar o outro pelo tom de voz, pelo jeito de olhar, pelos interesses…Enfim, por todas essas sutilezas que a gente menciona uma vez e nem sabe que o outro ainda lembra. Eu vi Allan Poe e lembrei de você! 
Obrigada por cada momento que dividimos. Que você encontre obscuridade somente no título deste livro. Espero que vocês se gostem!”

>Contos obscuros de Edgar Allan Poe . Edgar Allan Poe
>Enviada por Ticiana Teixeira (presente - coleção particular)
>Ela conta: Enquanto estávamos assistindo “o Corvo”, meu namorado mencionou despretensiosamente o quanto ele achava intrigante e inteligente a narrativa do Allan Poe. Nunca esqueci sua empolgação ao mencionar tal detalhe. Um dia, então, estava passando em frente a uma livraria aqui perto de casa e vi este livro do Allan Poe na vitrine. Não tinha como não comprar. 

"Neguito, 

Uma das melhores coisas de um
relacionamento é passar a conhecer
o outro nos pequenos detalhes. Sacar
o outro pelo tom de voz, pelo jeito de
olhar, pelos interesses…Enfim, por
todas essas sutilezas que a gente
menciona uma vez e nem sabe que o
outro ainda lembra. Eu vi Allan Poe
e lembrei de você!

Obrigada por cada momento que dividimos.
Que você encontre obscuridade somente
no título deste livro.
Espero que vocês se gostem!”




>Contos obscuros de Edgar Allan Poe . Edgar Allan Poe

>Enviada por Ticiana Teixeira (presente - coleção particular)

>Ela conta: Enquanto estávamos assistindo “o Corvo”, meu namorado mencionou despretensiosamente o quanto ele achava intrigante e inteligente a narrativa do Allan Poe. Nunca esqueci sua empolgação ao mencionar tal detalhe. Um dia, então, estava passando em frente a uma livraria aqui perto de casa e vi este livro do Allan Poe na vitrine. Não tinha como não comprar. 

"Para Camila, 
Uma das poucas pessoas pessoas no mundo que me fez escrever à tinta num livro.
De seu amigo Brunoque está sempre a espreita, espera
:p”>As Cem Melhores Crônicas Brasileiras . Vários Autores
>Enviada por Camila Veiga (coleção particular)
>Ela conta: Livro que faz parte da minha coleção pessoal graças ao meu amigo Bruno Fonseca.
Depois de tê-lo presenteado com O Diário de Anne Frank, com dedicatória aqui publicada, fui agraciada com essa maravilha que segundo ele é uma troca de mimos. Pra mim, mimos e elogios.

"Para Camila, 

Uma das poucas
pessoas pessoas no mundo
que me fez escrever
à tinta num livro.

De seu amigo Bruno
que está sempre a espreita,
espera

:p”




>As Cem Melhores Crônicas Brasileiras . Vários Autores

>Enviada por Camila Veiga (coleção particular)

>Ela conta: Livro que faz parte da minha coleção pessoal graças ao meu amigo Bruno Fonseca.

Depois de tê-lo presenteado com O Diário de Anne Frank, com dedicatória aqui publicada, fui agraciada com essa maravilha que segundo ele é uma troca de mimos. Pra mim, mimos e elogios.

"24/11/2013Domingo
Hoje temos o que a incerteza dos ventos indomados da vida nos proporcionou:a necessidade um do outro.
Hoje és pra mim simplesmente bem querer. Simplesmente amor…
Que os Cem sonetos do Neruda sejam para seus dias o que és para os meus:Uma linda e doce inspiração.”>Cem Sonetos de Amor . Pablo Neruda
>Enviada por Izabela Souza Braga (coleção particular)
>Ela conta: Envio em anexo as fotos do livro Cem sonetos de amor, do Pablo Neruda, que ganhei do meu namorado que se chama Gita Juan. É um livro especial, pois além de ser do Neruda, autor que nós dois adoramos, é um livro dedicado à sua amada.

"24/11/2013
Domingo

Hoje temos o que a 
incerteza dos ventos 
indomados da vida 
nos proporcionou:
a necessidade um do outro.

Hoje és pra mim 
simplesmente bem querer. 
Simplesmente amor…

Que os Cem sonetos do 
Neruda sejam para seus 
dias o que és para os meus:
Uma linda e doce inspiração.”




>Cem Sonetos de Amor . Pablo Neruda

>Enviada por Izabela Souza Braga (coleção particular)

>Ela conta: Envio em anexo as fotos do livro Cem sonetos de amor, do Pablo Neruda, que ganhei do meu namorado que se chama Gita Juan. É um livro especial, pois além de ser do Neruda, autor que nós dois adoramos, é um livro dedicado à sua amada.

"Vera, 
Procure tecer com os nossos votos um pouco de felicidade. Depois… parte, lute, volte e ainda a felicitaremos, ainda diremos: “Seja feliz”. 
O essencial é “ser feliz”. 
Jacy e Lúcia 
Ribeirão Prêto. 17.10.1971”

>Cem Anos de Solidão . Gabriel García Márquez
>Enviada por Camilla Villela (coleção particular - comprado em sebo)
>O livro é meu, presente de minha mãe que comprou em um sebo.Vera, Jacy e Lúcia não sei por onde andarão, mas tenho certeza que, de alguma forma, foram tocadas pela palavra desse mestre. 

"Vera, 

Procure tecer com os nossos votos um 
pouco de felicidade. Depois… parte, 
lute, volte e ainda a felicitaremos, 
ainda diremos: “Seja feliz”. 

O essencial é “ser feliz”. 

Jacy e Lúcia 

Ribeirão Prêto. 17.10.1971”




>Cem Anos de Solidão . Gabriel García Márquez

>Enviada por Camilla Villela (coleção particular - comprado em sebo)

>O livro é meu, presente de minha mãe que comprou em um sebo.Vera, Jacy e Lúcia não sei por onde andarão, mas tenho certeza que, de alguma forma, foram tocadas pela palavra desse mestre. 

"Não tem porque não te dar um livro que um dia vai ser nosso.
Espero ver ele na nossa biblioteca um dia. 
01/01/2014”
>O Vermelho e o Negro . Stendhal
>Enviada por anônimo (coleção particular)
>Ele conta: A dedicatória é bem simples, mas é recheada de significados. Eu encontrei o livro na biblioteca dos avós da minha ex-namorada. Ela disse que ia levar pra ela e, logo, falei “mas eu sempre te dou meus livros, por que você não dá esse pra mim?”. Brigamos e ficamos sem falar um com o outro durante um bom tempo (no ano novo) e, no final do dia, ela me entregou o livro com essas palavras. O pior é saber que, no fim das contas, o livro não vai se juntar à nossa biblioteca.

"Não tem porque não te
dar um livro que um
dia vai ser nosso.

Espero ver ele na nossa
biblioteca um dia.

01/01/2014”



>O Vermelho e o Negro . Stendhal

>Enviada por anônimo (coleção particular)

>Ele conta: A dedicatória é bem simples, mas é recheada de significados. Eu encontrei o livro na biblioteca dos avós da minha ex-namorada. Ela disse que ia levar pra ela e, logo, falei “mas eu sempre te dou meus livros, por que você não dá esse pra mim?”. Brigamos e ficamos sem falar um com o outro durante um bom tempo (no ano novo) e, no final do dia, ela me entregou o livro com essas palavras. O pior é saber que, no fim das contas, o livro não vai se juntar à nossa biblioteca.